O nosso amor, Caraíva!: Uma breve passagem por esse paraíso no Sul da Bahia

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Pelo menos para nós Caraíva foi um dos destinos mais comentados de 2017. Sabe quando você escuta tanto e vê tantas fotos que se sente na obrigação de conhecer o lugar? Então, estávamos passando por isso com nossos amigos e conhecidos.

Cada dia um comentário novo ou uma foto nas redes sociais que envolvia Caraíva… então decidimos “nós vamos conhecer este vilarejo!”.

Durante nossa viagem de férias em Porto Seguro, separamos um dia para conhecer Caraíva e passar uma deliciosa tarde por lá.

O carro que estávamos era muito baixo, e não era o ideal para encarar a estrada de terra para Caraíva, então decidimos alugar um carro mais alto.

Acordamos bem cedo e fomos ao aeroporto buscar o carro alugado. A fila para retirar o carro estava tão grande que perdemos quase uma hora e meia… aff…

Para chegar a Caraíva saindo de Porto Seguro, pegue a balsa de Arraial D’Ajuda para encurtar o trajeto e siga sentido Trancoso. No trevo de Trancoso, ao invés de virar à esquerda, siga direto pela estrada de terra (um pouco mais de 30 km) até o destino.

Porto Seguro – Caraíva (pela balsa) – 70 km
Porto Seguro – Caraíva (pela Rodovia) – 103 km

Saindo de lá, a fila da balsa para Arraial D’Ajuda já estava imensa! Decidimos ir pela rodovia, o que aumentou o trajeto em mais de 40 km… Mas encurtou o tempo de chegada em relação à fila para a balsa de Arraial.

Essa matéria foi capa do caderno de turismo do Jornal O Tempo – 17 de fevereiro de 2018

Ao lado de Caraíva, trocamos nosso meio de locomoção. Deixamos o carro estacionado (há estacionamentos “credenciados” que cobram cerca de 20 reais a diária, mas preferimos deixar o nosso estacionado na estrada) e tomamos um barco (R$5 por pessoa) para atravessar o rio e finalmente chegar ao vilarejo.

As peculiaridades de Caraíva

Ao fundo, um pequeno paraíso

O trajeto é breve e torna tudo ainda mais encantador! Ao fundo, você avista a pequena comunidade ribeirinha e ali mesmo, no barco, você começa a sentir a energia boa que transborda do lugar.

Caraíva é um pequeno vilarejo indígena pertencente à Porto Seguro. Todas as suas ruas e becos são de areia e carros não são permitidos, o que torna tudo muito especial.

No vilarejo, o transporte é feito de carroça

A paisagem de Caraíva é uma deliciosa mistura interiorana com a vegetação típica do litoral e lindíssimas casinhas coloridas, um encanto que é difícil de explicar.

Para onde você olha, uma fotografia pronta

Até pouco tempo não havia luz elétrica, e nas ruas não há postes e fios de iluminação por cima das casas, o que deixa tudo mais intimista e encantador.

Caminhando pela rua “principal” observamos muitos restaurantes, mercearias e barraquinhas com artesanatos locais, tudo isso à margem do rio Caraíva que, metros dali deságua no mar, proporcionando um espetáculo à parte.

O litoral e uma vila colorida, o contraste combina

Na praia, estendemos nossa canga perto do Bar da Praia, uma barraca da Pousada Casa da Praia. São poucas as opções de barracas, e no período de alta temporada elas costumam cobrar entre R$50 à R$300 de consumo, por pessoa.

No dia que estivemos por lá, a barraca cobrava um valor de consumo de R$100 por pessoa e você podia usar as espreguiçadeiras, banheiro, ducha, etc. Muito caro por tão pouco…

Na praia, curtindo uma cerveja, sombra e mar

Preferimos ficar na canga mesmo, sem a obrigação do consumo, afinal, estávamos ali para caminhar, conhecer e almoçar em algum restaurante com as características do vilarejo.

Depois de curtir o mar que, por conta do rio não é tão salgado e não causa aquele desconforto de sal na pele, fomos almoçar no único restaurante self service de Caraíva, que descobrimos caminhando pelos becos. É o Casinha Gourmet, um lugarzinho bem agradável e com uma comida muito gostosa que nos atendeu perfeitamente, por um preço honesto, R$69 o kg.

Caminhando pelos becos de Caraíva, chegamos ao mar

Vale lembrar que os preços em Caraíva são mais “salgados” do que Porto Seguro e Arraial, e se assemelham um pouco com os valores praticados em Trancoso.

Seguimos então para apreciar o pôr do sol à beira do rio, que é um espetáculo à parte!

Hora de curtir o pôr do sol e fazer mais fotos, claro

A magnífica paisagem à beira do rio

Um momento muito especial para nós

E um banho no rio, juntos

Certos que em breve voltaremos

“Simplesmente foi o pôr do sol mais lindo que eu já vi! Não sei se era apenas por estar ali, ou pela cia, ou pela junção de tudo! Foi um início de ano maravilhoso, obrigada Caraíva!!” – Lu.

Depois de um delicioso banho no rio, nos despedimos de Caraíva com essa breve passagem, porém marcante. Deixamos um pedacinho dos nossos corações por lá, e o sentimento que voltaremos em breve!

Obrigado Caraíva, nosso amor!

 

Luiza e Mateus

www.casamil.com.br

Estivemos em Caraíva no dia 07 de janeiro de 2018. Todas as opiniões aqui relatadas são isentas e imparciais, o que reflete nossa real experiência.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

4 comentários em: “O nosso amor, Caraíva!: Uma breve passagem por esse paraíso no Sul da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *