Lapinha da Serra: A paz do interior, próximo da capital mineira

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Estamos tão felizes!! Nossa primeira experiência compartilhada! A alegria e ansiedade tomando conta da gente! Então venham conosco!

Lapinha da Serra (MG) foi nossa primeira viagem juntos. O destino é bem pertinho de Belo Horizonte (130 km), um pouco mais de 2 horas de carro. Estávamos tão perto de casa, e ao mesmo tempo em um lugar totalmente fora da nossa realidade.

O lugar

Lapinha da Serra é um simpático vilarejo que pertence a Santana do Riacho (MG), na região da Serra do Cipó. Quando você chega, parece que voltou no tempo devido à simplicidade e tranquilidade do local. Para ajudar na tranquilidade, Lapinha não tem sinal de celular.

Em Lapinha faz bastante calor durante o dia, e a noite, pelo menos na época que fomos – final de junho – estava muito frio!

DCIM100GOPRO

Uma foto na praça principal (e única) de Lapinha

Quantos dias ficar

Fomos para passar o fim de semana, chegando na sexta-feira e retornando no domingo a noite. Aconselhamos passar de dois a três dias em Lapinha, pois é um vilarejo pequeno e rápido de conhecer, mas tem uns restaurantes bem legais que requer tempo para curtir e saborear. Fizemos um pequeno roteiro, que serve de sugestão para passarem os dias por lá.

IMG_4911

A tranquilidade é vista até nos animais soltos

IMG_6080

A linda vista de Lapinha da Serra

Dica de hospedagem

Em Lapinha da Serra existem dois tipos de hospedagem: Pousadas e chalés. Decidimos ficar em um chalé para termos mais privacidade, fazermos nosso café da manhã, e brincarmos de Masterchef na hora do jantar! kkkk…

Ficamos hospedados no chalé Casinhas da Lapinha. São apenas dois chalezinhos na propriedade, todos muito confortáveis e bem equipados com TV, geladeira, fogão, Wi-fi e utensílios de cozinha. O preço é bem justo, considerando tudo que oferecem e o conforto que proporcionam. A localização é ótima o que torna o passeio mais prazeroso, sem precisar tirar o carro da garagem. Para quem procura um refúgio, é perfeito!

A sensação é de estar em sua própria casa! Por três dias brincamos de casinha e nos arriscamos na cozinha. Lu foi a chef responsável pelo jantar de sexta-feira e Mateus dedicou seu limitado conhecimento gastronômico no café da manhã. Vamos deixar a receita do jantar aqui, ficou muito bom!

O que fazer em Lapinha

Chegamos de tardezinha, com direito a uma parada em Santana do Riacho para saborearmos o famoso caldo de cana gelado com pastel frito na hora, da região. Em Lapinha, fomos para o nosso chalé descarregar as malas e fazer um city tour de 10 minutos no centro da cidade. Pequeno, encantador e cheio de peculiaridades. Voltamos então e na primeira noite, jantamos no chalé. “O combinado era que eu fizesse um jantarzinho pra gente, confesso que eu nunca tinha feito a receita, mas deu super certo! Foi ótimo, amamos! Vou deixar a receitinha pra vocês” – Lu.

O que vai precisar

– Manteiga – 1KG de Bife de Filet Mignon – Uma taça de vinho tinto (ai você já aproveita e bebe o resto kkkk) – Alho – Cebola – Sal – Champignon em conserva – 2 colheres de sopa de amido de milho – ½ litro leite – Noz moscada a gosto – Tempero a gosto – Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo: (Molho) 1.Em uma panela média, dissolva o amido de milho no leite. 2.Junte o sal e a noz moscada. 3.Leve ao forno mexendo sempre, até engrossar. 4.Retire do fogo e acrescente 2 colheres de margarina, mexendo rapidamente até virar um creme liso. 5. Adicione o champignon a seu gosto. (Carne) Coloque os bifes em um recipiente, tempere com alho e sal ao seu gosto, acrescente a taça de vinho juntamente com a pimenta. Deixe descansar por 30 min. Retire o bife e frite na manteiga, porém não deixe fritar muito, a parte gostosa é ficar meio cru (mas isso vai ao seu gosto). Depois, cubra o filet mignon com o molho e se deliciar! Fizemos arroz branco para acompanhar, e servimos com vinho tinto!

IMG_4892

O jantar feito por ela

IMG_8016

O café da manhã feito por ele

“Na manhã seguinte, ele me surpreendeu fazendo café pra gente, e olha caprichou na mesa.. ficou mais fofa que a minha” – Lu. Após o café, fomos a uma cachoeira que fica bem pertinho do centro da cidade (+- 10 min. de caminhada), em um caminho muito bem sinalizado. Foi muito bom! Uma fonte de energia renovadora! Quem não ama e curte uma cachoeira?!

É indescritível estar em contato com a natureza

Voltando para o chalé, paramos para almoçar no restaurante Joca Comida Mineira, e estava uma delícia! Com comida típica e barata! Sim, barata! Come-se muitíssimo bem e por um preço justo em Lapinha da Serra!

Caminhamos sem destino após o almoço para conhecer as poucas estradas de terra do vilarejo e as lojinhas de produtos artesanais, quando fomos atraídos pela música até a mais bela paisagem de Lapinha da Serra. O lugar era sensacional! Casulo Gelateria Artesanal e Risoteria é o nome do paraíso! Um lugarzinho especial, que oferece risotos, massas, sorvetes, doces, cervejas artesanais e outras coisinhas que fazem você se deliciar juntamente com a vista para o rio e as montanhas. Não queríamos sair de lá, tanto que voltamos no domingo… kkkk… fotos? Foram várias!!!

IMG_7998

Pausa para (mais) uma cerveja

IMG_8045

Com uma bela paisagem

A noite fomos jantar no Bistrô Lapinha, e uma palavra descreve: SENSACIONAL! “Sou amante de uma caipirinha, e a de lá superou todas as minhas expectativas” – Lu, “Eu gosto muito de cervejas artesanais, e eles tinham muitas opções de marcas da região” – Mateus. Escolhemos lasanha para o prato principal, mas antes não podemos deixar de falar da entrada, onde comemos um caldo de abóbora incrível! “De lasanha eu posso falar, pois sou apaixonada, inclusive, quem quiser me agradar, já sabem kkkk” – Lu. Ambiente a meia luz, música ao vivo, bastante aconchegante.

IMG_8053

Jantar especial no Bistrô

IMG_8060

Caipirinha deliciosa

No domingo antes de partirmos, mais um passeio, muitas fotos e uma nova visita a Casulo Gelateria para provarmos mais doces e sorvetes. Depois, voltamos para Belo Horizonte e fecharmos este fim de semana que, foi no mínimo perfeito! Na bagagem de volta, trouxemos muito amor por Lapinha e ótimas recordações!

Sorvete artesanal, bom até no frio

IMG_8103

Um café com muito amor

 

Restaurantes para conhecer

  • Restaurante da Joca Comida Mineira
  • Casulo Gelateria Artesanal e Risoteria
  • Bistrô Lapinha

Lojinhas de adornos, lembrancinhas e cafés

  • Padhma Chai
  • Canela de Ema

Pra quem curte uma lojinha bem fofa e com lembrancinhas bem especiais, indicamos a Padma Chai. Decoração simples, porém muito charmosa, além da energia positiva que sentimos no ambiente. É bem pequenininha, mas tem a opção de sentar para tomar um café com petiscos. A Padma Chai é uma ótima combinação de loja de lembrancinhas com uma simpática cafeteria.

IMG_4942Interior da Padhma Chai

 

Luíza e Mateus

www.casalmil.com.br

Estivemos em Lapinha da Serra entre os dia 24 e 26 de junho de 2016

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

41 comentários em: “Lapinha da Serra: A paz do interior, próximo da capital mineira

  1. Adorei o comentário de vocês. Inclusive, aproveitei para olhar a página de vocês que trouxe ainda mais opções.
    Vcs estão de parabéns.
    Obrigada!
    *Obs.: Só preciso de algum lugar em Lapinha da Serra que hospede casais com uma criança pois, o que vocês se hospedaram, infelizmente não adere essa política.

    Att,

    1. Ei Luana!! Que bom que te ajudamos! E Obrigado!!
      Pois é, o luar que ficamos é mais para casal por conta do espaço… mas tem um site, Portal da Lapinha, que pode te dar várias dicas de chalés maiores para famílias, você conhece?

      Dá uma olhadinha nele! Qualquer coisa nos fale!

      http://www.portaldalapinha.com.br/

      Abraços!

  2. Casal lindo, que post sensacional!

    Parabéns pelo blog e muito sucesso. Adoramos as fotos e o texto e ficamos encantados para conhecer esse lugar.

    Gente, você arrasou nesse jantar! Que prendada! E ele também no café, muito romântico isso.

    Também adoro cervejas artesanais, adorei a indicação.

    Que fofura essa lojinha do final do post. Adoro.

    Beijokas,

    Carol & Thiago
    @melhorcomvoce

  3. Que cidadezinha mais acolhedora! DO jeitinho que gostamos para descansar e estar em paz. Quando tem bons restaurantes entaooo… fechou! Adorei a dica! Quando montar um novo roteiro por esta parte de Minas, incluirei ela com certeza! Adorei a dica.

  4. Estou apaixonada pela forma que descreveram tudo, pelos detalhes e o cuidado! Consegui imaginar cada lugarzinho que vocês foram. Estou muito feliz com o projeto de vocês Luh e Mateus e com carinho e dedicação que estão fazendo, não merecem nada menos do que muito sucesso pela frente s2.

  5. Ótimo texto, descontraído e leve. Por um momento me senti em Lapinha da Serra, e quando terminei de ler, quis sair correndo pra lá!!!
    Parabéns pelo blog, vocês são incríveis.
    Desejo muitas viagens pro casal!!!

  6. Deixa eu ver…..já fui 1,2,3,4,5 vezes e não canso de ir!!!
    realmente o lugar é apaixonante, temos três cachoeiras maravilhosas, mas é preciso de guia e disposição para caminhar, são elas:
    Lageado, Became e o Poço Soberbo.
    Indico elas ao casal!!!!

    Parabéns pela iniciativa!!!!!

    1. Verdade!! Voltaremos mais vezes! É sempre bom voltar lá! E exploraremos mais cachoeiras! =)

      Obrigado pelas dicas! Acompanhe que vem muita coisa legal por aí!

  7. Geralmente vou para Santana do Riacho mas nunca estudei rotas para passeios.
    Essas dicas foram muito úteis principalmente a do chalé que tem um preço bem em conta kkk.
    Sucesso à vocês !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *